Ensino Infantil

O Jardim de Infância

 

Na idade pré-escolar (primeiro setênio), a criança vive uma fase de experimentação da bondade do mundo, quando o aprendizado se realiza através da imitação. Nada deve ser racionalizado - e por isso se exclui a alfabetização.

O ideal seria que, nesta idade, a criança estivesse com seus pais e irmãos, no ambiente familiar, convivendo com a natureza e os afazeres normais de uma casa. Assim, a escola, nesta fase, tenta aproximar-se deste ambiente de casa, inclusive com as variações de idades que ocorrem dentro de uma família, proporcionando também essas diferenças dentro da sala de aula.

O papel do educador consiste em levar as crianças a aprenderem fazendo as coisas. Os alunos têm seus pequenos deveres (como arrumar a sala, ajudar a preparar o lanche, regar as plantas) que se alternam com outras atividades (como pintura, modelagem, desenho, ouvir contos de fadas, brincar). A autoridade é dada pelo exemplo. Da solidez e do aconchego do Jardim de Infância nasce uma extraordinária segurança e confiança no mundo, e a certeza de que o mundo, antes de mais nada, é BOM!

O intelecto e a memória, forças necessárias para o aprendizado, não podem ainda ser solicitadas. É preciso que, primeiro, o corpo físico dê o sinal de sua maturidade e solidez estrutural – um destes sinais seria a troca dos dentes, por exemplo.

No Jardim de Infância, as crianças são convidadas a vivenciar situações formativas em que os princípios do aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver junto aos outros e aprender a ser no mundo (enquanto indivíduo e como ser social), estão presentes. Assim, há inúmeros e diversificados momentos de aprendizagem experimentados no brincar, na roda rítmica, no momento de ouvir histórias.

Neste período, as professoras são chamadas de “jardineiras”, no intuito de explicitar o papel destas profissionais junto às crianças. As jardineiras têm como tarefa estabelecer uma ponte entre as crianças e o contexto escolar e, posteriormente, com o Ensino Fundamental, sem antecipar conteúdos específicos deste último, mas sim, contribuindo para que a passagem do contexto familiar para o escolar seja harmoniosa e gradativa. Através de seus exemplos diários, estas professoras agregarão valores éticos, morais e formativos na educação das crianças.

É importante explicitar ainda, que o currículo no Jardim de Infância está permeado de atividades que propiciam o desenvolvimento íntegro de cada um, respeitando suas características individuais, ao mesmo tempo em que propicia o contato com o outro e com a jardineira, que os guiará em processos importantes de aquisição de conhecimentos fundamentais para a vida escolar.

O currículo, como já dito anteriormente, é vivo e constituído por atividades que possuem objetivos próprios, vivenciadas em plenitude por meio de desenhos com giz de cera, pintura em aquarela, canto, dentre outras. As crianças são envolvidas, também, em atividades educativas que se assemelham às tarefas diárias de cada lar e de cada família, onde as inúmeras atividades manuais são valorizadas como ferramentas fundamentais para o desenvolvimento cognitivo, psicológico, motor, físico, espiritual e ético.

 

Novalis (Educação Infantil e Ensino Fundamental)
Rua Otilia Teodoro, 171 - Bairro Monte Alegre - Piracicaba SP | Telefone 19 3402 2761